AGETO 24/09/2020 - 09:44 - Daniela Oliveira/Governo do Tocantins

Governo do Tocantins realiza serviços de manutenção viária em diversos trechos de rodovias na regional de Guaraí

Cinco frentes de serviço atuam na regional de Guaraí Cinco frentes de serviço atuam na regional de Guaraí - Divulgação

O Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto), está realizando a manutenção da malha viária estadual em diversos trechos de rodovias pavimentadas e não pavimentadas. Os serviços darão maior segurança e conforto aos usuários das vias.

Responsável pela execução na manutenção da malha estadual das regiões noroeste e nordeste do Tocantins, a Residência Rodoviária de Guaraí está, desde a segunda-feira, 21, com cinco frentes de serviço realizando intervenções preventivas e corretivas em trechos de rodovias estaduais. Duas equipes estão realizando os serviços de tapa-buracos: uma na TO-430, no trecho de 14 km entre o entroncamento com a TO-335 e o município de Juarina; e outra, na TO-010, no trecho de 55 km, entre Pedro Afonso e Santa Maria do Tocantins.

Outra equipe está realizando a reconformação mecânica de plataforma (ou patrolamento) na TO-160, no trecho de 59 km, entre o entroncamento com a TO-336 (próximo a Colméia) e o entroncamento com a TO-431 (próximo a Tabocão). Mais uma equipe está colocando o revestimento primário em pontos críticos da TO-164, no trecho de 42 km, entre o município de Goianorte e o Ribeirão Cocalinho. Por último, uma equipe está responsável pela terraplanagem e revestimento primário no encabeçamento da ponte sobre o Rio Mateiros, no município de Recursolândia. O trabalho deve corrigir defeitos na superfície de rolamento e melhorar a drenagem.

A secretária de Estado da Infraestrutura, Cidades e Habitação (Seinf) e presidente da Ageto, Juliana Passarin, explica que os trabalhos das equipes das Residências Rodoviárias são realizados de forma integrada, planejada e com eficiência. “Nossas equipes estão a postos realizando a manutenção periódica nos trechos com tráfego intenso e onde se faz necessário”, destaca.