AGETO 06/01/2020 - 12:22 - Daniela Oliveira/Governo do Tocantins

Governo investe na instalação de radares eletrônicos

Radares devem ser colocados em pontos com alto risco de acidente. Radares devem ser colocados em pontos com alto risco de acidente. - Ageto/Governo do Tocantins

Com o objetivo de garantir a segurança viária nas rodovias estaduais a condutores e pedestres, o Governo do Estado, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), deve instalar equipamentos de fiscalização eletrônica de velocidade em pontos estratégicos de diferentes vias do Estado, incluindo o perímetro urbano de Palmas.

Os trechos das rodovias que receberão os equipamentos foram determinados após um levantamento dos locais com alto risco de acidentes. Na região central do Tocantins os trechos estão na TO-010, que liga Palmas a Lajeado; TO-050, entre Palmas e Porto Nacional; TO-255, entre Porto Nacional a Fátima; TO-030, que liga Palmas ao Distrito de Taquaruçu; TO-020, entre Palmas a Aparecida do Rio Negro e TO-080, na Ponte Fernando Henrique Cardoso entre Palmas e Distrito de Luzimangues. Na região sul, trecho da TO-387, na curva conhecida como Apertado da Hora, em Palmeirópolis. E, na região norte, na TO-222, em Araguaína.

Também, serão colocados radares do tipo Redutor Eletrônico de Velocidade (REV) e Controladores Eletrônicos de Velocidade com câmera de monitoramento (CEV) em quatro pontos do perímetro urbano de Palmas.

De acordo com a Secretária da Infraestrutura, Cidades e Habitação, Juliana Passarin, a medida visa, especialmente, garantir a segurança no trânsito. “Estudos comprovam que o uso desse tipo de equipamento é uma componente importante para a redução de acidentes, junto com outras medidas, que já vem sendo tomadas pelo governo, como ações de educação para o transito e melhorias na sinalização das rodovias estaduais”, ressaltou. 

A medida para a instalação dos radares está em fase final de licitação. A expectativa é que todo o processo seja concluído no início de fevereiro deste ano. Os pontos foram escolhidos após a realização da análise e classificação dos 5,8 mil km de rodovias estaduais pavimentadas no Estado, por meio da metodologia International Road Safety Assessmet (iRAP). “As informações desse estudo subsidiaram um projeto de modernização da sinalização do estado com a finalidade de diminuir os índices de acidentes de trânsito nas rodovias estaduais”, finalizou a secretária.