AGETO 13/08/2019 - 11:57 - Erica Lima/Governo do Tocantins

Obras de reconstrução da rodovia TO-070 entram em nova fase

Procedimento faz parte do processo de reabilitação da rodovia por meio do Crema Procedimento faz parte do processo de reabilitação da rodovia por meio do Crema - Divulgação

O Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), iniciou a fase do microrrevestimento no trecho da rodovia TO-070, que liga Porto Nacional a Brejinho de Nazaré.

O processo está sendo realizado em alguns seguimentos da rodovia conforme previsão do projeto executivo de engenharia com o objetivo de  aumentar a vida útil da estrada.

De acordo com o Diretor de Planejamento e Convênios, Manoel Lúcio Ruiz, trata-se da aplicação de uma camada selante e impermeabilizante. “Os microrrevestimentos são utilizados em projetos de reabilitação de superfície de pavimentos asfálticos em início de desgaste e ele contribui com o rejuvenecimento do segmento”, disse o especialista.

O procedimento faz parte do processo de reabilitação da rodovia por meio do Crema (Contrato de Reabilitação e Manutenção de Rodovias) do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), financiado pelo Banco Mundial.

A etapa do microrrevestimento deve ser concluída até o final de setembro, posteriormente a empresa responsável pela obra irá atuar na melhoria do sistema de drenagem e na recuperação da sinalização viária.

No trecho a empresa já concluiu a primeira etapa da reconstrução asfática. Ou seja, já foram realizadas a reciclagem (estrutura do pavimento) e a capa asfáltica (aplicação de TSD – Tratamento Superficial Duplo) nos 35 quilômetros da via.

Contrato

O contrato prevê a reabilitação de um lote com 136 quilômetros de rodovias estaduais que inclui, além da TO-070, entre Porto Nacional (Pinheirópolis) e Brejinho de Nazaré,  a TO-255, entre Porto Nacional e Monte do Carmo, e a TO-080, entre Palmas e Paraíso.

O Investimento total no lote é de R$ 66,5 milhões. Os serviços estão sendo realizados pelo Consórcio Crema Paraíso, formado pelas empresas Sobrado Construções Ltda, Goiás Construtora Ltda e GAE Construção e Comércio Ltda.